Asma Brônquica
Dr. Pierre d'Almeida Telles Filho
 

 

A Asma brônquica é a segunda doença respiratória crônica mais comum no mundo. É uma doença inflamatória heterogênea com múltiplos fenótipos e endótipos. É caracterizada por hiper-responsividade das vias aéreas, limitação variável do fluxo aéreo, reversível espontaneamente ou com tratamento, cuja prevalência vem aumentando nas últimas décadas. As células estruturais, especialmente as células epiteliais e músculo liso das vias aéreas, também podem liberar mediadores inflamatórios que desencadeiam e perpetuam a inflamação. Muitos são os fatores implicados na fisiologia e patologia da asma, incluindo citocinas, alarminas, quimiocinas, prostanoides, óxido nítrico e várias células, dentre elas, células Th2, eosinófilos macrófagos e mastócitos. As células Th17 estão relacionadas a um tipo de asma onde predomina a inflamação neutrofílica.

Sob o ponto de vista clínico, pode se manifestar através de episódios de tosse até acessos recorrentes de severa dispneia, podendo, inclusive, determinar a morte. Esta doença acomete pessoas de qualquer faixa etária, todas etnias e classes sociais em todos os países.

Para melhor conhecimento da doença contribuíram vários segmentos das ciências fundamentais ligadas à medicina tais como: citologia, bioquímica, fisiologia, farmacologia, imunologia — base fundamental da alergia, e a genética com suas subespecialidades, A introdução de novas tecnologias provocou uma revolução em conceitos. Alguns mudaram, novos surgiram, alterando e acelerando os rumos das investigações, ampliando-se largamente a base de conhecimento sobre a doença.

Embora as informações sobre muitos aspectos da asma tenham aumentado nas últimas décadas, as causas fundamentais da doença ainda não são completamente conhecidas.

Este portal sobre Asma Brônquica está dividido em duas partes: a primeira tem como propósito fornecer informações aos pacientes com asma e a seus familiares; a segunda é dedicada aos profissionais da área de saúde, através de tópicos que abordam resumidamente desde a definição e os mecanismos básicos do processo inflamatório implicados na biopatologia até as formas de manejo e controle dos sintomas da doença.

 

 

 

Autor: Dr. Pierre d'Almeida Telles Filho  Política de Privacidade  Políitica Editorial

 

Última Atualização 07 de agosto de 2022

2022 Copyrights - All Rights Reserved

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________